quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

#Delíryos | Amantes.com

Li domingo na Folha e, apesar da proposta 'indecente', achei muito sincero: "Site dos EUA oferece namoro para casados". Não, não estou fazendo apologia ao 'adultério', mas considerei plausível e bonito (por que não?) o site (Ashleymadison.com) estampar, assim, sem eufemismos, que o portal é uma espécie de "agência de apenas-sexo-e-nada-mais". Um céu para os casados infelizes.

Por que defendo tanto a ideia se nem casado eu sou? Simples: não é isso o que acontece na maioria dos sites de relacionamento? Apresentam um objetivo, mas, no fundo, todo mundo sabe que, quase sempre, tudo não passa de uma suruba virtual - que, de tão explosiva, vai parar (ou continuar) nos motéis, nos drives, nos bancos dos carros, atrás de alguma moita e até mesmo, no caso dos mais excitados, na própria cama (sim, na mesma onde repousa o corpinho cansado e estragado do maridinho ou da mulherzinha).

Quero deixar bem claro que este surto descabido também não é uma crítica àqueles que são da orgia, que gostam de temperar a vida com muita sacanagem. Muito pelo contrário. Tudo é permitido. Até faço questão de reproduzir aqui o slogan do site americano: "a vida é curta, tenha um caso". Olha que gostoso!

Na verdade, tudo isso foi para expressar o quanto achei original e, acima de tudo, leal a ideia do Ashleymadison. E não vai demorar muito para os brasileiros cairem na rede oficial e sem máscaras dos amantes.com. (promessa de Noel Biderman, criador do site). Safadenhas e safadões, aguardem!


Share |

4 comentários:

  1. Bacana essa notícia. Gostei da idéia. Mas que a patroa não descubra. hahaha. Agora me ocorreu uma idéia, que poderia virar um conto, ou algo parecido, se tempo eu tivesse para escrever. O cara entra num site desses e vai procurando alguém e quando resolve partir para os finalmentes, descobre que a escolhida é a sua esposa, que também estava procurando sexo por sexo e nada mais. Pensando melhor, acho que a história não é boa. Ah, sei lá... mil coisas... abraço

    ResponderExcluir
  2. Mas é claro que a história é boa,Luis!!! Olha só,a Nath é filha do Moacir Scliar e nem me falou... Rs!!!!
    Continue esta história. Depois a gente publica no 'Libero' e aqui também.

    Abração!!!

    Daniel

    ResponderExcluir
  3. pensei a mesma coisa que o Luís, quando li. engraçado seria, marcar um motel com o próprio marido.

    :)

    ResponderExcluir
  4. Então, mas a proposta do site é o famoso 'pular a cerca', novas aventuras, entende? Rs!

    Beijos, Carla!

    Daniel

    ResponderExcluir